in Show do Luan

Consegui

Tenho algo mantido vivo por um bom tempo. Antes dele, tinha vezes que me sentia como aqueles casais de filmes que querem ter filhos: treinavam com plantas e deixavam elas morrerem. Triste. Manter algo respirando nunca foi uma habilidade minha. Blogs, vlogs, histórias… Certo, tudo acaba, eu sei. Mas, nas minhas mãos, o tempo de vida é menor.

O Show do Luan, meu vlog literário, completa 1 ano de existência nesse mês. Não sei como cheguei tão longe. Não faço ideia de como não desisti logo nos primeiros meses. Na verdade, acho que sei. O catalizador para os projetos antigos não terem dado certo foi: não conseguia ver resultados. Isso é uma falha, uma grande falha. E o nome disso é imediatismo. Esperar que um projeto novo dê resultados grandes é loucura. Sem contar que é pedir para não dar certo. Expectativas não são boas, anota ai.

Consegui

Por obra do destino, fui recebendo apoio de escritores e canais maiores. Os resultados vieram como os loops em uma montanha russa: vinham rápidos, depois davam uma parada, aceleravam de novo. E assim o canal continuou. Hoje estou mais estável e não penso em desistir. Penso em melhorar. Em como conciliar um bom conteúdo com um formato que prenda e interesse ao espectador. Penso em como é complicado passar opinião. Em como fazer isso sem ficar confuso. O legal é que editado eu faço sentido.

Conheci um monte de gente bacana. Pessoas que, quando eu encontrar pessoalmente (note que falo “quando” e não “se”, recado pro destino de que vou encontrar, ele querendo ou não. Tsc tsc.), vou abraçar e apertar. Mesmo que eu não fale o motivo, talvez aquele abraço carregue sentimentos de gratidão e um “vlw, cara, por aquele incentivo que você me deu”.

As surpresas foram muitas e grandes.

1. Eu nunca achei que teria um vlog com 1 ano de existência.
2. Eu nunca achei que alcançaria +3 mil inscritos.
3. Eu nunca achei que faria quase 50 vídeos.
4. Eu nunca achei que alguém se interessaria a ponto de se inscrever no canal, me acompanhar por 1 ano e compartilhar ou interagir.
5. Eu nunca achei que teria pessoas me dizendo “sou seu fã”. Ou “eu gosto dos seus vídeos”.

Eu cresci. O vlog continua. Portas se abriram. Pessoas bacanas apareceram. O horizonte carrega muita coisa boa, consegue ver?

Foi um bom ano. Um ano muito louco esse 2013.

Muito obrigado.