in Contos e Crônicas

Eu queria

Eu queria dizer que gostei de você desde a primeira vez que te vi. Que aquele tom azul escuro combina com seu corpo e que seu corte de cabelo é engraçado de se ver. Um engraçado gostoso de lembrar, provocando um sorriso largo de trazer leveza para a mente.

Queria te falar que seus olhos contra a luz ganham uma coloração mel linda. Seu jeito particular de arrumar o cabelo sobre as orelhas, ou ajeitar os óculos durante uma conversa, recebe toda minha atenção. Traz aquele quentinho no peito resultando em uma vontade de te ver todos os dias.

Sua risada ecoa dentro de mim sempre que a escuto, mesmo de longe. Me prendo a ela para induzir sensações boas tantas vezes quanto posso e até esbarrar contigo de novo. Até ver você aproveitando a sombra de meio-dia lendo sob as árvores e sentindo a textura da grama com os pés. Até cruzar contigo pelos corredores indo para a sala de aula que compartilhamos.

A forma como seus lábios se esticam ao expressar um sorriso contido assistindo o professor fazer alguma coisa atrapalhada. O jeito como você tenta disfarçar abaixando a cabeça para rabiscar qualquer coisa no caderno. A atenção que você dá quando o assunto te interessa. O jeito desajeitado de se levantar quando a aula termina, sem olhar para os lados, causando o esbarrão que te fez olhar para mim e dizer “desculpa!”.

Eu queria dizer tudo isso com aquele “sem problemas” abafado que mal consegui coragem para pronunciar.

Gostou desse texto? Ajude compartilhando nas redes sociais.
Você pode assinar minha newsletter também. Saiba mais clicando aqui.

  • Luan Martau

    Cada dia mais apaixonado por seus textos! (www.cronicarista.blogspot.com.br)