in Meu inconsciente

Mágoa

a mágoa gruda.
distorce sentimentos, camufla memórias e reinventa situações.
faz você achar que faz falta, sente falta e sempre falta.
põe um filtro torto nas suas visões e, na fraqueza, sussurra ilusões que fazem sentido.

você sabe que é melhor longe
você tem noção que acabou
você está leve e sabe que há leveza no outro também.
mas há mágoa em você.

e com ela, a paz é torta
a felicidade é sugada
e a perspectiva de melhora deixa de existir.
deixar pra lá e deixar partir viram frases de efeito.

com mágoa dá pra seguir.
a pessoa que te machucou fica pra trás, a cabeça sabe que não volta mais, mas há truques.

a mágoa gruda. suga. sussurra. morde a carne com dentes serrilhados e ganha corpo conforme a gente anda e a ignora.

a gente supera sem superar, segue em frente de costas e acha que precisa de ajuda pra arrancar o bicho do peito. ajuda que viria só com palavras de desculpa. a gente não quer tocar nela e não consegue se cuidar.

ai vem a exigência. a dor é minha, só to esperando outra pessoa trazer o placebo. um contato, um sinal. não tá vendo? doeu. assopra aqui. tira essa dor daqui. por favor?
volta, quero que volte. sei que deu errado, tá errado e com vibes erradas. mas volta aqui, to com mágoa não tá vendo?

a mágoa fica até você a encarar, dar atenção e entender. é sua, é feia, machuca, mas mesmo assim tem que cuidar.

nos detalhes, você passa a ver que não quer o outro de volta. só queria uma declaração formal da culpa. assim, abraça a própria responsabilidade, percebe que ela mesma tem um peso e que deixa a mágoa mansinha. desde o princípio, confusão era algo colateral.

se pegue no colo, filtre os motivos.

se exige algo de quem se foi, acha que a cura está lá e não tem amor próprio pra se preservar, a culpa não é daquele que te machucou.

a desculpa é homeopática e ajuda no alívio demonstrando quem se importa. depender disso pra se cuidar deixa de ser saudável enquanto há mágoa crescendo em você. e com a mágoa, qualquer coisa que não venha como você imagina passa a ter a compreensão abstrata, insuficiente. dolorosa.

não há nada de errado com a mágoa existir e andar um tempo contigo.
deixa ela ali e vai cuidando. numa hora, de tanto se cuidar e se preservar, ela cai e a dor que sentia junto com a necessidade de desculpas cai junto com ela.